terça-feira, 11 de junho de 2013

COMO SER UMA BENÇÃO PARA SEUS LÍDERES (Fala Jeová kkkk)



Por Al Gordon
 
Três pensamentos rápidos sobre como proteger seu relacionamento com seu líder na igreja. É fundamental, como líderes de louvor, estamos debaixo da cobertura do pastor de nossa igreja, servindo à sua visão e o apoiando. Em muitos aspectos este é um dos relacionamentos mais importantes na vida da igreja local, porque se não há unidade sobre o coração de adoração da igreja, então não haverá unidade em todo o corpo. Nós passamos muito tempo com o nosso pastor Nicky Gumbel, ouvindo-o, fazendo-lhe perguntas e recebendo conselhos sobre os desafios e problemas. Ele é o primeiro a admitir que sabe pouco sobre os aspectos práticos do lado musical no culto, mas está ansioso para que a adoração esteja no coração de nossa igreja, conectando as pessoas em Deus. Aprendemos que existem três elementos essenciais para manter saudável nossa relação com o pastor da igreja: 

1- LEALDADE: Em primeiro lugar, somos completamente leais aos nossos líderes. Está escrito em Hebreus 13:17 "Obedeçam aos seus líderes e submetam-se à autoridade deles. Eles cuidam de vocês como quem deve prestar contas. Obedeçam-lhes, para que o trabalho deles seja uma alegria e não um peso, pois isso não seria proveitoso para vocês." Há um princípio bíblico em jogo aqui: Vamos colher, se semearmos. Se semearmos deslealdade para com os nossos líderes, então vamos colher deslealdade daqueles que lideramos. Da mesma forma, se formos para o caminho de honrar e servir nossos líderes; teremos uma colheita dessa lealdade e da lealdade daqueles que lideramos. Vamos encontrar liberdade e a confiança deles em nós. Coisas maravilhosas podem acontecer em equipes, onde há uma cultura de lealdade.

2- AMIZADE: Em segundo lugar, fazemos tudo que podemos para valorizar a amizade com nossos líderes. De muitas maneiras, a amizade é a cola que mantém o ministério ligado e saudável. Jesus disse em João 15:15 "Já não os chamo servos, porque o servo não sabe o que o seu senhor faz. Em vez disso, eu os tenho chamado amigos, porque tudo o que ouvi de meu Pai eu lhes tornei conhecido." Investimos tempo para garantir que nossos líderes saibam que queremos em primeiro lugar ser seus amigos, em vez de aparecer com uma lista de assuntos a tratar ou uma agenda. Amigos confiam uns nos outros, eles se divertem juntos, eles sabem instintivamente o que a outra pessoa está pensando e sentem prazer em estar juntos. Mas amizades levam tempo, e se vamos ser amigos de nossos líderes; não devemos ter medo de perder tempo aprendendo a viver juntos. 

3- HONESTIDADE: Então finalmente, o terceiro ponto fundamental para manter um relacionamento saudável com nossos líderes é a honestidade. Lealdade e amizade criam o mesmo ambiente onde podemos ser honestos uns com os outros, onde não vamos ter medo de compartilhar onde as coisas estão. Regularmente temos discussões honestas onde dizemos o que realmente pensamos e discutimos questões complicadas, mas tudo isso é feito no contexto de amizade e lealdade. Nicky está sempre nos dizendo que temos "a obrigação de discordar!"
Somos sempre encorajados a dizer-lhe exatamente o que pensamos, bem ou mau, e ele nos deixa claro que seu trabalho é decidir qual é a coisa certa a fazer. Ele está constantemente nos perguntando "o que você acha disto" ou "como podemos fazer isso melhor?" É claro que tudo isso ocorre num ambiente em que estamos totalmente apoiados por Nicky, mas para nós como pessoas criativas que somos, tem sido uma verdadeira bênção trabalhar sob tais condições! Nicky é extremamente exigente e paciente ao mesmo tempo e ouve com muita atenção. 

Uma vez que dissemos o que pensamos podemos relaxar, confiando que ele saberá qual é a melhor coisa a fazer. Honestamente é uma rua de mão dupla: nós queremos saber o que nossos líderes pensam sobre o rumo que as coisas estão tomando, as músicas que estamos escolhendo e a vida de adoração da igreja. Estamos contando com a experiência de Nicky "o que você achou dessa" ou "como podemos melhorar as coisas?" e achamos que, mesmo quando não há nada para mudar, é fundamental que os nossos líderes saibam que somos compreensivos e prontos para servi-los. Um relacionamento saudável com a nossa liderança é a chave para ver a vida de adoração de nossas igrejas florescer e é sempre baseada na amizade, lealdade e honestidade. Se você estiver se sentindo inferior converse!

Fonte: www.worshipcentral.org / www.adorando.com.br